7 de fev de 2011

História do esmalte

Boa tarde meninos e meninas,

Esmalte, uma paixão entre muitas mulheres, mas alguém já se perguntou como ele surgiu?
Hoje vou desvendar esse mistério, rsrsrs.



A cinco mil anos surge na China a primeira substância que lembraria um esmalte, era uma mistura de goma-arábica, clara de ovo, gelatina e cera de abelha.
As cores dessa mistura iriam segregar as pessoas em classes sociais, os tons prateado e dourado eram usados apenas pela família real, mais tarde essas cores seriam substituidas pelo vermelho e preto.
Por volta do ano 30 a.C os egípcios resolvem mergulhar suas unhas em tintura de henna, as cores mais vibrantes só poderiam ser usadas entre a família real. Dizem que a rainha Cleópatra preferia o tom vermelho-escuro e só ela poderia usá-lo, caso ousassem desobedecê-la a punição poderia ser fatal. Já Nefertiti gostava da tonalidade rubi.
Muitos séculos se passaram e em 1900 desenvolvem um produto semelhante ao que existe hoje, esse era aplicado com um pincel de pêlos de camelo, porém sua durabilidade não passava de um dia.
Vinte anos depois uma indústria automotiva criou o esmalte para carros e sua base seria a mesma do que futuramente seria os esmaltes de unha.
Mas foi apenas em 1925 que surgiu o esmalte como conhecemos hoje, transparente e em tom rosado, seria aplicado apenas no meio das unhas, ou seja, as pontas e a meia lua deveriam ficar expostas.
No ano de 1927 foi lançado o "Max Factor's Esmalte para Unhas", desenvolvido pela fábrica americana Max Factor. Era um pote metálico com um pó de coloração nude que seria aplicado sobre as unhas com algo parecido com um pincel.
Em 1932, os irmãos Charles e Joseph Revlon, em parceria com um químico, desenvolvem o esmalte brilhante e colorido, nasce aí a marca Revlon, que lança a moda de maquiar os lábios e as unhas com a mesma cor.
Os esmaltes sintéticos e o costume de usar unhas longas surgem nos anos 70, os esmaltes de fibra (parecidos com os fluorescentes atuais) aparecem na década de 80 e foi nos anos 90 que surgem as unhas decoradas com pedras e outros acessórios.

Ou seja meninas, o esmalte como compramos atualmente é extremamente recente! É incrível observar como em tão pouco tempo houve um boom de novidades e tendências esmaltísticas que fazem as mãos da mulherada.
E ai o que acharam?

Beijocas a todos!

Fontes: http://wishmade.blogspot.com/2010/05/historia-dos-esmaltes.html e http://www.historiadomundo.com.br/curiosidades/historia-do-esmalte.html

11 comentários:

  1. Nossa eu nunca imaginei que era tão interessante assim a história dos esmaltes, cores serem destinadas a camadas sociais diferente, nossa...e como vc disse cresceu muito rápido mesmo a industria dos esmaltes e sempre somos surpreendidas com novidades super diferentes atualmente. Adorei!

    Beijinhus


    @tdescomplicar
    www.tentandodescomplicar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Oi Paloma! Amei o post!
    Eu sou viciada em egiptologia e dessa eu não sabia!
    Sabia apenas que os egípicios foram grandes manipuladores das cores na antiguidade!
    D+!
    Um abração!

    http://esmalteslilirosachoque.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Muito beeeemmmm...
    Adorei saber de onde vem essas coisinhas tão viciaaantes!

    Bjão
    http://esmalthatynha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Lilith...
    caramba como a revlon é 'antiguinha'...

    Muito interessante a história... adorei conhecer...

    Beijos

    Verinha
    http://febredeesmalte.blogspot.com/

    Tem selinho pra vc!!
    \o/

    ResponderExcluir
  5. eu já tinha lido em outro blog a história, mas acho legal ler de novo por que cada um acha algo diferente pra complementar :)

    ;*

    http://addictionnails.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. super interessante!
    beijos
    www.vidrinhosdagi.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Nossa, que legal! Não sabia que o esmalte como conhecemos hoje é tão recente. E continua evoluindo muito rápido né?

    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Amei essa sua ideia de postar a historia dos esmaltes. Só sei a historia da francesinha, hihi.
    Muito engraçado esmate ser diferenciado por classes sociais, e naquela época já era fashion, usando prata e ouro, haha!

    Vale (quase) tudo pela profissao né, minhas unhas voltaram a ser cotocos, esse ano já atenderei os pacientes, por isso não me arrisco a deixar elas crescerem muito!

    Beeijos. :*
    http://www.cravinhoecanela.blogspot.com
    @cravinhoecanela
    *O post dessa terça-feira irá ao ar as 15:00!

    ResponderExcluir
  9. Oi flor!!
    Adorei saber mais sobre a história do esmalte!
    Conheci seu blog hoje e já tô seguindo!
    Beijãooo

    http://www.vimvendoeaprendendo.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Paloma também é cultura! Parabéns pelo post, flor :)

    ResponderExcluir
  11. Oi, tem selinho para você lá no blog!
    Dá uma passadinha lá:
    http://mundodiana.blogspot.com
    Beijos ♥

    ResponderExcluir